Atualidades

Amor em quarentena

Casais debatem equilíbrio entre trabalho e relacionamento, e como manter o romantismo neste momento

Por 2min
29 de Maio de 2020

 

Conectados, cheios de trabalho e com muita história pra contar. Esta semana, a TV Reserva reuniu quatro casais em lives, falando sobre amor nos tempos de quarentena, como parte da programação pelo Dia dos Namorados.

Gabriela Bahia, professora de Crossfit, e Luca Cavalcanti, produtor de eventos, conversaram com o ator Lucas Malvacini e a publicitária Laura Alvarenga, na terça-feria, tendo como mote “Home office e Amor: como equilibrar o trabalho e o relacionamento”.

– Estamos tendo que nos reinventar – disse Luca Cavalcanti. – Eu e Gabi trabalhávamos cada um num canto. Eu, com entretenimento, e ela como influencer. Quando veio a pandemia, começamos a nos perguntar como iríamos nos reinventar como casal e como profissionais. No dia seguinte que fomos indicados a fazer home office, começamos a ler sobre Marketing Digital, a pensar fora da caixinha, e de lá pra cá começamos a trabalhar juntos. Então a pandemia nos uniu mais ainda.

Logo no começo da quarentena, o casal – que está junto há apenas oito meses – passou algumas semanas em Belo Horizonte, na casa dos pais dela.

– Eles têm quarenta anos de casados, e minha mãe brincou comigo: “Agora que estou conhecendo seu pai direito” – contou Gabi.

Como quase todos, Lucas e Laura também tiveram que se adaptar.

– Lógico que ninguém gostaria estar passando por isso, mas precisamos tentar fazer desse limão uma limonada – disse Lucas, lembrando do caráter das lives, em que são feitas arrecadações para o projeto 1P5P da Reserva.

– A maior mudança que podemos ter é no nosso comportamento – concordou Laura. – O que compramos, o que comemos, o que retornamos para o mundo – disse.

Na quinta-feira foi a vez de Vania Ferrari e Anna Nogueira, da Pensamentos Transformadores, baterem um papo com Bárbara Santos e Rafael Barbieri, do projeto 15 segundos de coisa boa, sobre “Como deixar a vida a dois mais romântica na quarentena”.

– O romantismo está nos pequenos detalhes. Esquecemos que o toque, o estar presente, isso já é uma demonstração de amor. E eu vejo um desafio muito grande, do que fazer no Dia dos Namorados, como criar, como pensar em alguma coisa – disse Bárbara, que está com Rafael há 12 anos – e há 11 trabalhando juntos. – O que nos fortalece nesse tempo todo é que a gente se cuida, olha para nós mesmos individualmente, para aí sim se cuidar junto.

Anna e Vania também estão juntas há 12 anos – e também trabalham juntas.

– Eu acho que tem uma coisa de transformar o dia em um dia especial independentemente da data. Temos sempre um post it no espelho, um coraçãozinho em algum lugar, alguma surpresinha espalhada, para deixar claro e reforçar esse compromisso – disse Vãnia.