Atualidades

Como criar um Instagram de sucesso

Conversamos com a equipe que faz o perfil da Reserva, que acaba de atingir o icônico número de 1 milhão de fãs

Por 2min
7 de novembro de 2020

O Instagram completou 10 anos no mês passado a pleno vapor – sua funcionalidade Reels, lançada em julho, deu um novo gás na batalha contra o concorrente chinês Tik Tok, o app mais baixado no mundo nos últimos tempos. No Brasil, o “Insta” nunca perdeu a majestade como rede social preferida das marcas, por entregar alto engajamento e alcance, além de permitir vendas e direcionamento dedicado, como bom produto do Facebook.

Neste cenário, esta semana o perfil da Reserva atingiu o icônico marco de 1 milhão de seguidores, após 7 mil posts e mais de 2 milhões de compartilhamentos. Conversamos com as responsáveis pelo perfil, para ajudar a entender como criar um Instagram de sucesso, a partir do case Reserva.

– O Instagram tem um papel fundamental na eficiência da transmissão de voz de marca. É uma das plataformas mais importantes hoje de comunicação. Através dele a marca se posiciona e interage com seus clientes, sua comunidade. Tem infinitas formas de serem usadas e é muito importante ter amplitude na hora de usar a ferramenta – afirma Naiana Lemos, diretora de Voz de Marca da Reserva.

Juliana Perez, coordenadora de Mídias Sociais da Reserva, dá a dica para quem vai começar a aventura agora ou pretende reformular sua conta corporativa:

– Conheça o seu público, interaja com ele e escute o que ele tem a dizer. Construa essa plataforma junto com ele.

Antes de começar a comunicação, é importante ter claro quem é e ao quê se propõe a marca, assim como identificar as personas que representam o cliente.

– Buscamos ter presente alguns pilares de comunicação que traduzam o propósito e essência da marca. E nosso desafio é justamente equilibrá-los e trazer coerência para o momento vivido, sempre atendendo às necessidades e desejos do nosso cliente – diz Naiana.
Portanto, não existe uma fórmula ideal, que funcione para qualquer tipo de conta. Não adianta postar fotos de cães fofos se seu público está interessado em hard news, por exemplo

– Depende muito do seu tipo de público e do contéudo que ele gosta de consumir em relação a sua marca. Indico fazer um estudo bem aprofundado de quem é o público da sua marca nas mídias sociais e fazer testes com ele durante alguns meses com posts de diferentes categorias e ver o que vai performar melhor – diz Juliana Perez. – Outra dica é: se relacione com o seu público, seja interativo e pergunte o que ele gosta de ver no Instagram através de enquetes e caixas de perguntas. Só assim, você vai conseguir saber quais posts fazem mais sucesso.

O relacionamento com o público, aliás, e como um relacionamento pessoal: deve acontecer na saúde e na doença. Porque muitas vezes o público vai procurar o Instagram para levar reclamações, em vez de procurar outros canais da empresa.

– Temos uma equipe de SAC que trabalha 24/7 pra não deixar de responder ninguém. É muito importante pra nós que o seguidor/cliente seja respondido da melhor forma e mantenha esse canal aberto com a gente. Ter a resposta de quem nos segue é a melhor maneira de entender se o nosso trabalho tá agradando e dando certo – explica Laura Borba, produtora de conteúdo responsável pelos posts da Reserva.

A essa altura já deve ter ficado claro que o Instagram não é uma ferramenta para ser desenvolvida nas horas vagas, nem por profissionais sem a qualificação necessária. No caso da Reserva, a equipe conta com quatro profissionais – além de Laura e Juliana, uma designer e uma RP –, que são supervisionadas por Naiana. Elas se reúnem mensalmente para mapear as datas importantes e trazer ideias de como abordá-las, e semanalmente para alinhar calendário e rotina.

– Organizamos tudo em um cronograma de postagens, conciliando as principais datas do varejo, lançamentos Reserva, datas comemorativas, conteúdos com influenciadores e conteúdos importantes pro posicionamento – conta Laura. – Depois, organizamos o feed unindo conteúdo à estética. Durante o dia a dia, faço o roteiro de cada um desses conteúdos, de feed e stories, e a Luíza , designer, faz o layout. Depois, agendamos o post e ele vai ao ar. Como temos um volume grande de conteúdo, organização, na minha opinião, é a palavra-chave dessa equipe – diz.