Atualidades

Não entende? Ana explica

Ana Laura Magalhães dá dicas para quem deseja aproveitar a quarentena para começar a investir

Por 2min
3 de abril de 2020

Ana Laura Magalhães tem um canal de Finanças, o @explicaana, em que, como se pode imaginar… explica as coisas desse setor. Sócia da XP Investimentos, ela é filha de uma família que desconhece os trâmites do mercado financeiro, criou o projeto que a transformou numa das 30 under 30 da Forbes. Na última quinta (2/4), ela comandou a quarentena de lives da Reserva. E aqui listamos as principais dúvidas enviadas pela audiência e explicadas pela Ana.

Agora é uma boa hora para investir, já que temos papéis desvalorizados?

A minha primeira dica é: não comecem a investir sem entender de fato o que isso significa. O ano de 2020 é um ano de muitas reviravoltas. Quando falamos de investimentos geralmente a pessoa escuta o que aconteceu com outra pessoa e o que deu certo com outra pessoa, e eu repito: investir não é seguir uma receita de bolo, investimento é pessoal, faz parte de um autoconhecimento.

Então sempre é uma boa hora pra investir, sempre tem papel disponível. Os papéis desvalorizados entram num outro ponto: algumas empresas brasileiras e do mundo têm sofrido mais por causa da quarentena; algumas empresas podem vir a encontrar balanços negativos se não se reinventarem. Mas antes de investir em empresas que estão com papel desvalorizado, você precisa entender se essa empresa faz sentindo dentro do seu investimento a longo prazo. Você acredita que essa empresa vai continuar existindo daqui a 3 ou 5 anos? Essa empresa que você quer investir hoje, faz sentido para preservação do seu patrimônio lá na frente?

Quando você compra ação de uma empresa, você se torna sócio, mesmo que minimamente, e pode participar dos lucros dela. Mas você seria sócio dessa empresa mesmo se você não soubesse absolutamente nada? Se você não entende o modelo de negócio, o produto que trabalha? Não seria mais difícil ser sócio desse negócio?
É importante se informar minimamente e saber sobre todas as classes que envolvem a produção daquele produto pra que você tenha uma rentabilidade positiva no médio a longo prazos.

Onde encontrar recomendações gratuitas?

Em conteudos.xpi.com.br vocês encontram um conteúdo gratuito e diário sobre qualquer tipo de aplicação financeira, inclusive recomendação de posicionamento em bolsa, seja comprado, seja vendido, seja posicionado de forma neutra, além das indicações dos melhores fundos de investimento, melhores fundos de previdência, imobiliários, todos passados por uma análise minuciosa analisados por grandes especialistas do Brasil.

Pra quem nunca investiu, por onde começar? Tem um valor mínimo?

Num livro que eu estou escrevendo agora, falo que qualquer investidor consegue começar agora, se responder a três perguntas:
1 – Quanto você quer investir?
O investimento seguro no Brasil hoje mais acessível é R$ 35.
2 – Por quanto tempo posso deixar esse dinheiro disponível?
É um saldo que você pretende resgatar mais pra frente ou um complemento na sua aposentadoria daqui a 20, 30 anos? Essa pergunta é muito importante porque vai nos direcionar para qual aplicação financeira entra. Você não precisa ter uma decisão só, pode ter vários objetivos de investimentos. As estratégias são complementares e não restritivas. Os planos podem acontecer simultaneamente, mas são dinheiros diferentes.

O valor mínimo para um investimento seguro hoje é R$ 35, mas R$ 100 é o valor que de fato hoje você consegue entrar num investimento e resgatar a qualquer momento. Esse investimento de R$ 35, que é bem mais acessível, tem uma data de vencimento um pouco mais longa. Pra quem quer hoje ter uma experiência de investimento num produto que vai ter uma rentabilidade positiva, que é barato, e pode resgatar a hora que quiser: Tesouro Selic, R$ 100 de aplicação mínima hoje pra já se ter uma rentabilidade positiva.
3 – Qual seu perfil de investidor?
Temos o investidor conservador, o moderado e o agressivo. Quem quiser entender quais são os produtos indicados para cada um desses perfis, basta entrar lá no perfil do @explicaana que tá tudo explicado, para que vocês entendam exatamente como montar sua primeira carteira de investimento.

 

 

É possível investir para obter um rendimento anual?

Geralmente é assim que funciona. Se você comprar um produto que vai vender daqui 3 a 5 anos, a rentabilidade acordada é anual, independentemente desse período de tempo.

Fundos de investimento pra quem tá começando, é uma boa?

É uma ótima, porque quando você começa a investir e não entende direito como fazer, um investimento é um tipo de aplicação, é um tipo de investimento que já tem uma gestão. Então não é você que toma a decisão sobre como seu capital vai ser alocado, e aí você precisa escolher um gestor muito bom em que você confia, pra você deixar o dinheiro lá sem se preocupar.
Eu tenho mais ou menos uns oito fundos de investimento na minha carteira, e não é porque eu não saiba cuidar desse dinheiro, é porque eu confio mais na gestão deles, que têm um time de analistas embaixo deles que fica o dia inteiro olhando pra número, dado, gráfico, e sabem as melhores maneira de realocar um portfólio.
Fundos de investimento têm alguns segmentos: têm fundos que são só de renda fixa, tem só de renda variável e tem fundo que pode investir nos dois ao mesmo tempo. Hoje vocês encontram fundos dessas categorias por mais ou menos R$ 500, tem fundo que a aplicação mínima também é R$ 100. Precisa procurar, mas com R$ 500 eu tenho certeza que você já consegue excelentes estratégias de investimento pra quem só quer renda fixa, se é mais conservador, para quem quer renda variável, que é um pouco mais agressivo, e quem quer ficar ali no meio termo, que eu particularmente acho que é o perfil de todo mundo, fundo multimercado.
É muito importante escolher um bom fundo de investimento independentemente da estratégia, lá nos destaques do @explicana tem muitas gestoras indicadas. Eu passei o ano de 2019 visitando diversos fundos de investimentos pelo Brasil, visitei inúmeras estratégias diferentes, lá você encontra muitas indicações de fundos, inclusive lá tem os fundos que eu tenho no meu próprio portfólio.

Pra quem nunca investiu e tem um dinheiro guardado na poupança e quer investir. Qual caminho?

Existe um negócio na nossa economia que se chama taxa básica de juros Selic, essa taxa básica é o assunto mais importante pra gente levar na nossa vida inteira. Se você souber o que tá acontecendo com essa taxa básica, ponto.
A poupança entrega hoje 70% dessa taxa Selic, mas existe no mercado um investimento que se chama Tesouro Selic, ou seja, quem já tiver dinheiro na poupança e quiser fazer uma troca imediata pra começar a ver uma rentabilidade positiva, você simplesmente pode tirar o seu dinheiro da poupança e apenas trocá-lo por Tesouro Selic. Rende todo dia, você tira quando quiser, ele só não sai na mesma hora, leva um dia de diferença. Se você puder esperar um dia de diferença, a sua rentabilidade já vai ser mais positiva. As pessoas só deixam dinheiro na poupança porque não sabem que existe uma estratégia melhor, mais segura e mais rentável que também seja diretamente acessível.

Dá pra investir mesmo tendo dívidas?

Sim, dá, mas vamos com cautela e cuidado, o seu orçamento pessoal tem que ser positivo, se você tem dívidas hoje isso não te impede de ser um investidor, mas a gente precisa trabalhar com um pouco mais de carinho, é menos atenção pros investimentos agressivos, mais atenção pros investimentos que podem te ajudar a ser um credor e não um devedor.

Com R$ 10 mil hoje eu consigo um investimento de quanto?

Eu adoro essa pergunta porque as pessoas acham que se botar mais dinheiro podem ter mais rentabilidade, e não é isso. Se eu tenho o saldo de R$ 100 ou se eu tenho R$ 1 milhão no mesmo investimento, eles vão render a mesma coisa. Mas render 100% de R$ 100 reais é diferente de render 100% de R$ 1 milhão. Mas a quantidade que você aplica não modifica a rentabilidade do produto.

Qual curso você recomenda para começar a fazer investimentos? Ou até livros?

Axiomas de Zurich” conta as melhores estratégia para se ter investimentos positivos. Esse livro pegou os melhores banqueiros suíços, entendeu essa comunidade e, dentro disso, criaram os 16 Axiomas de Zurich.
No Infomoney você encontra diversos cursos de investimento para diversos níveis.

Ainda é bom comprar fundos imobiliários?

O fundo imobiliário levou um belo tombo agora com o coronavírus, e eu vou falar um pouco disso. Quando a gente deixa as pessoas em casa, a gente diminui uma cadeia produtiva, então a gente não está prejudicando apenas o dono do restaurante que não consegue mais abrir, a gente tá prejudicando também o fornecedor do restaurante, o pacote no qual os produtos eram embalados para chegar ao restaurante, na verdade a gente gera uma deficiência em cadeia, e nisso a gente impacta a economia real e economia vinculada a investimentos.
Nesse caso, de fundos imobiliários, que foram ativos muito procurados ano passado, trouxeram uma rentabilidade superior ao da bolsa brasileira, este ano ele deu uma bela derrapada, mas é porque os investimentos em fundos imobiliários são vinculados a prédios na maioria das vezes, a papéis vinculados a setores imobiliários. Quando a gente vê todo esse processo de ruptura na demanda ao mesmo tempo que vemos ruptura na oferta – e é muito difícil na história a gente ver uma ruptura simultânea entre essas duas pontas – você também impacta a estrutura onde essa demanda é feita. Shoppings foram os mais prejudicados nesse ponto.
Eu tenho 2 fundos imobiliários na minha carteira. Um fundo que empreende no imobiliário decaiu bastante, e um outro fundo que é de fundo de investimentos, ou seja, ele comprou outras cotas de fundos de investimentos que eu comprei a R$ 104 e chegou a bater R$ 68, caiu pra caramba, mas é um estratégia de longo a médio prazos, e sei que faz parte do autoconhecimento, porque eu acredito na recuperação desse produto da mesma forma como acredito que a gente vai sair dessa crise, da mesma forma que acredito que vamos voltar a ter patamares positivos de produção.

Qual valor bom pra começar pra investir?

Qualquer valor bom é bom pra investir, só não deixe de investir, não deixe de ter a oportunidade de ter o seu dinheiro rentabilizado positivamente.

Quais suas dicas pra entender cada vez mais sobre o mercado financeiro?

Vai muito do aprendizado pessoal, eu costumo dizer que qualquer investidor é bem sucedido desde que ele seja bem informado. É muito importante que mantenhamos nossos estudos atualizados, para que mantenhamos nossa carteira de investimentos.
Existem muito certificados e cursos de certificações que são interessantes.

Qual investimento em renda fixa seria melhor que previdência privada?

Díficil! Porque um investimento em previdência privada bem escolhida pode ser o maior investimento da carteira de alguém. O melhor investimento em renda fixa precisa de mais uma informação: essa renda fixa que você quer, ela é resgatável imediatamente? Ou pode demorar mais? No caso da previdência, ela se sai melhor que os outros investimentos no Brasil? Porque se você pega um investimento de longuíssimo prazo, tipo 10 anos, tributariamente a tributação da previdência é imbatível.

Que perfis você indica?

@betinaroxo
@escolaconquer
@bookster
@fernandoferreira
@stockpickers