Atualidades

Uma lição do ‘Gestor do século 20’

Jack Welch, falecido ontem aos 84 anos, fez a GE multiplicar 33 vezes de tamanho sem perder o foco nas pessoas

Por Rony Meisler
3 de março de 2020 Atualizado em 06/03/2020 às 12:49

 

O primeiro livro de negócios que li na vida foi o do Jack Welch. Ele havia transformado uma companhia, GE, de U$ 12 bi em uma companhia de U$ 400 bi sem que jamais perdesse a cultura de foco nas pessoas.

Para que se tenha ideia da importância do trampo dele, em um determinado momento o povo americano tinha tanto orgulho de que a GE fosse americana que ações da empresa eram dadas de presente de pais para filhos(as) ao se formarem.

No ano passado, após longos anos sem que ouvisse falar do meu professor, este vídeo tão emocionante como necessário em tempos de “CEOs de palco”, chegou até mim e eu o usei em palestras para toda a nossa liderança aqui na Reserva. Representa muitissimo daquilo que aprendemos com ele e aqui tentamos implantar ao longo dos anos.

Ontem o grande mestre nos deixou, aos 84 anos (aqui a notícia do NYT, em inglês; e aqui, na Folha de S. Paulo). Ele mudou para muito melhor e para sempre o mundo dos negócios e certamente influenciou a maior parte dos bons empreendedores e CEOs.

O vídeo é imperdível, vale cada segundo e vale encaminhamentos para todo o seu time de trabalho, fará a diferença.

RIP, coach! ❤

* Rony Meisler é CEO da Reserva e autor de “Rebeldes têm asas”.