Causas

Chegou a máscara de proteção Reserva

Após 3 meses de projeto, produto é confortável, antiviral, sustentável, antiodor e de secagem rápida.

Por 2min
9 de julho de 2020 Atualizado em 04/08/2020 às 15:55

Apresentamos a máscara de proteção Reserva ®️. Depois de três meses de trabalho e centenas de pessoas envolvidas de corpo e alma, chegamos nesse resultado: uma máscara respirável e anatômica, que veste todos os rostos. Sua alça é regulável e possui tecido duplo, com camadas para absorver e repelir líquidos.

A peça é feita em tecido com tecnologia antiviral exclusivo Reserva, que seca rápido, inibe odores e inativa vírus SARS-COV-2 (COVID-19) em minutos.

Ela ainda te protege contra bactérias e raios UV. A Máscara de Proteção Reserva®️ foi feita eticamente no Brasil gerando o mínimo de impacto ambiental possível e custa R$ 24 – a Reserva não obtém lucro com ela –, e pode ser doada.

– Há 3 meses eu coloquei um desafio interno: “Vamos olhar de uma maneira mais profunda, nos aproximar da comunidade científica, vamos pesquisar, trazer a indústria têxtil pra dentro, para que de fato, além de a gente fazer uma máscara anatômica, que nos permita conforto em meio a todas as questões desconfortáveis que essa pandemia já nos trouxe, que ela trabalhe pra combater e inativar ao máximo possível esse vírus terrível” – explica Rony Meisler, CEO da Reserva. – Nosso propósito é “cuidar, emocionar e surpreender as pessoas todos os dias”. Todas elas. Sejam nossas consumidoras ou não. Acho que novamente a gente tá entregando o nosso propósito direto na veia.

 

máscara de proteção reserva

 

 

O time de produto da Reserva, liderado por Fernando Sigal, lembra que o lançamento chegou a ser adiado algumas vezes, em nome da busca pela perfeição.

– Várias vezes estivemos para lançar, mas íamos atrás de um tecido melhor, de um acabamento melhor, de um teste mais eficaz. Tudo pra lançar um produto de ponta e que fizesse jus ao nosso propósito. Estou muito feliz e grato de a Reserva ter viabilizado este projeto de um jeito tão completo e totalmente à distância – diz.

Igor de Barros, estilista da Reserva, conta que precisou unir velocidade e cautela no projeto, além de uma pesquisa intensa.

– A máscara tem um design anatômico, para um encaixe em qualquer rosto, e a alça elástica que prende na orelha tem um regulador, para não sobrar nem apertar. A preocupação com o conforto foi uma premissa básica, e a funcionalidade de cada detalhe foi pensada – detalha Igor.

A máscara é composta por um tecido duplo. A parte interna, mais próxima à boca, absorve líquido; as faces do forro são repelentes à água; e a parte externa tem um tratamento antiviral.

– O acabamento antiodor é muito importante para um produto que vai ficar colado junto à boca e ao nariz o tempo inteiro. E esse tecido tem uma tecnologia de secagem rápida, que retarda alguma umidade do dia a dia e, quando lavada, faz com que a máscara rapidamente esteja pronta pra ser usada novamente – diz Igor.

A diretora de Compras da Reserva, Cláudia Moraes, liderou o projeto que deu origem à Máscara de Proteção Reserva®️ – logo no início da pandemia, a empresa começou a confeccionar, com fábricas parceiras, máscaras de pano para distribuição em comunidades.  Até aqui, foram 90 mil exemplares doados. Projeto que Cláudia considera “o melhor” de sua vida.

– Sentimos necessidade de evolução do produto. E essa máscara é um divisor de águas na Reserva. A gente jamais imaginou que conseguiria fazer esse projeto à distância, em meio a uma pandemia, com a logística nacional um caos. Ainda tinha o desafio de fazer o tecido sair da fábrica em Santa Catarina para a confecção no Rio Grande do Norte. Mas a gente conseguiu, como tudo na Reserva, com muito amor – resume.

 

 

máscara de proteção reserva