Causas

Tênis vegano? Temos.

NEO, best seller da Reserva, acaba de ganhar o selo de certificação da Associação Brasileira de Veganismo

Por 2min
6 de julho de 2020

O NEO é o tênis campeão de vendas da Reserva – e não sem motivo. Feito em neoprene, ele é totalmente flexível; levíssimo, dá a sensação ao usuário de estar apenas de meias; além de confortável, também é seguro, com o reforço embutido no calcanhar para evitar torções. E, não menos importante: é lindo e versátil. Se não bastasse tudo isso, ele agora também carrega o selo de tênis vegano, certificando que ele é totalmente livre de ingredientes de origem animal.

– Acredito que a comunidade vegana tem uma percepção e uma sensibilidade melhor em relação a alguns problemas do nosso planeta, em especial na questão da exploração animal. Importante pra Reserva conseguir fazer um produto que seja muito bacana e ao mesmo tempo respeite esses quesitos – avalia Pedro Cardoso, diretor da Reserva Go – braço de calçados e acessórios da marca.

A Associação Brasileira de Veganismo, responsável pela certificação do NEO, existe desde 2013. O selo emitido por ela trabalha nos mesmo padrões do original inglês, da The Vegan Society Trademark, organização que criou e registrou o termo Veganismo, em Birmingham, na Inglaterra, nos anos 90.

Para um produto ser considerado vegano, não pode conter nenhum ingrediente de origem animal na formulação, tampouco no processamento do produto. Também não pode ter passado por testes de segurança e toxicidade em animais vivos – tanto o produto final como cada um de seus componentes previamente.

– O veganismo é um estilo de vida que busca, na medida do possível, boicotar os produtos e serviços oriundos de exploração animal. Por isso, é de fundamental importância que as empresas criem mais produtos ou linhas de produtos que possam ser considerados veganos. Assim, é possível a realidade de um mundo cada vez melhor para os animais – afirma Laura Kim, diretora da Associação Brasileira de Veganismo.

O NEO, além da sua garantia de tênis vegano, também conta com uma versão sustentável – o NEO-Re –, em que as solas são produzidas a partir do processamento de outros calçados.

– Acreditamos que o sucesso não é trabalhar para ser o melhor do mundo, mas para ser o melhor pro mundo – diz Pedro Cardoso.

 

tênis vegano