consultoria de estilo

Camiseta preta, o novo preto

A história mostra que ainda não há nada melhor que uma camiseta preta - especialmente a de Pima da Reserva

Por 2min
28 de agosto de 2020

“Camiseta preta é o novo preto”, diria a lendária editora de moda Diana Vreeland, que revolucionou a revista Vogue nos anos 60. É atribuída a ela a criação do termo “tal coisa [que varia sempre] é o novo preto”.

O significado da frase de Vreeland é claro: a moda vive de sucessivas invenções – ou reinvenções – que vão tomar o lugar da penúltima novidade. Porém, estamos sempre à espera do que de fato substituirá o preto…

Um pouco mais de história: foi Coco Chanel a “inventora” de todo o frenesi em torno da cor que é a ausência de cores. “Uma mulher precisa de apenas duas coisas na vida: um vestido preto e um homem que a ame”, disse a estilista francesa. O tal “pretinho básico” de que se fala até hoje, e foi publicado numa capa da mesma Vogue em 1926 – antes disso, só se usava preto quando se estava de luto.

Claro que ela estava falando da moda feminina, mas a sentença é totalmente cabível no universo masculino.

– É a cor do poder, da violência e da morte. A cor predileta dos designers e dos jovens. A cor da negação e da elegância – decretou Eva Heller em “A psicologia das cores”.

Outros designers de moda reforçam: “O preto é a quintessência da simplicidade e da elegância”, para Gianni Versace; para Karl Lagerfeld, “o preto é a cor que cai bem em todos. Com preto não há como errar”.

 

 

Segundo o Pantone Color Institute, “percebido como formidável e empoderador, usar preto reduz a sensação de vulnerabilidade. Servindo como um escudo protetor e permitindo que o usuário desapareça no anonimato, o preto é preferido especialmente nas grandes cidades e por jovens, em particular os que dizem que preto os encoraja”.

Entre os clientes Reserva, a camiseta preta assumiu o patamar de ícone.

– Uso tantos looks pretos que meu apelido é “pretinho básico” – brinca o cantor Dudu Melo. – Sou apaixonado pelo conforto e facilidade de criar looks com essa cor.

– A camiseta preta é uma das peças mais versáteis do meu guarda-roupa, pois ela vai praticamente com tudo – faz coro João Tzano.

Joel Jota, autor de “O sucesso é treinável”, explica a razão do sucesso da camiseta preta em seu armário, a ponto de ser a única que ele veste:

– Só visto a camiseta preta porque ela me traz identidade e liberdade.

A Reserva tem a melhor camiseta preta do mercado. Feita em algodão Pima – saiba mais sobre esta matéria-prima aqui –, com isso garante maior qualidade, durabilidade e caimento perfeito. Além disso, como faz parte da nossa linha contínua, está sempre disponível, o que garante segurança para quem opta por este visual de forma frequente.