Empreender

Pode entrar que a Selvvva é sua

Loja de plantas e artigos decorativos de São Paulo assina colabe com a Reserva+

Por Tiago Petrik
12 de março de 2020 Atualizado em 20/03/2020 às 22:31

Denise Yui e Julia Rettmann são amigas desde a faculdade de arquitetura, e sempre tiveram o desejo de trabalhar juntas. Por circunstâncias da vida, nenhuma das duas exerceu a profissão – Denise se bandeou para o design gráfico, Julia virou assistente de um artista, fazendo cenografia e fotografia. Um dia, decidiram que isso não as impediria de se reunir. A Selvvva é fruto dessa vontade: uma loja de plantas e artigos de decoração que também presta serviços de paisagismo. E, agora, assina com a Reserva+ uma coleção de roupas. Mas voltemos a como tudo começou:

 

– A Ju foi parar num projeto fotográfico em que se deparou com uma casa lotada de plantas. E ela falou: “é isso que a gente tem que fazer”, e começamos a nos aproximar dessa ideia – diz Denise. – Não tinha nada muito claro, só sabíamos que queríamos levar plantas pra dentro de casa. Começamos a estudar o assunto e a nos deparar com os suportes das plantas. Na época só tinha aqueles antiguinhos, de aramado, e começamos a desenhar – lembra.

Nasceram assim os suportes que, enfim, têm algo de arquitetônico, na visão de Julia: “todos têm alturas diferentes, pra criar um jogo de profundidade”. Mas não eram apenas suportes, as próprias plantas começaram a exercer um fascínio imenso sobre as duas:

– Quando você começa a olhar com mais atenção pra natureza, vê que não é uma massa verde. Cada planta tem um desenho, cada folha tem um recorte, uma tonalidade. Eu sinto como se a gente tivesse colocado um óculos pra miopia, passamos a enxergar isso tudo – descreve Julia.

Foram estudar Jardinagem e Paisagismo, para entender quais plantas se adaptariam melhor aos variados tipos de ambientes e suas luzes. E, finalmente, passaram até a fazer projetos arquitetônicos e paisagísticos para clientes diversos.

 

Quando você começa a olhar com mais atenção pra natureza, vê que não é uma massa verde. Cada planta tem um desenho, cada folha tem um recorte, uma tonalidade

Hoje a linda lojinha do bairro de Santa Cecília – sim, aquele em que os moradores têm pisos de taco e samambaias penduradas no teto – tem cerca de 150 espécies, garimpadas em sítios ao redor de São Paulo, entre as 700 referências de produtos com os quais trabalham. O design dos vasos e suportes (que têm oito variações de cor) em geral é delas, mas alguns fornecedores também são bem-vindos.

– No início, ocupávamos a edícula de uma casa que era uma galeria de arte, meio um co-working. Cuidávamos do jardim também, e recebíamos pessoas com hora marcada. Quando viemos pra cá, a gente convidou a Escola de Botânica, do Anderson Santos, para ocupar com a gente. Vários dos vendedores que passaram por aqui foram alunos de lá, porque precisávamos de ajuda de pessoas que soubessem fazer um atendimento especializado – conta Denise.

Tanta energia gasta em coisa boa chamou a atenção de Adriana Omena, diretora da Reserva+, que sugeriu a colabe que agora chega às lojas (o lançamento nas lojas da Reserva é nesta sexta-feira, dia 13; e na própria Selvvva, dia 17). A coleção RSV+SELVVVA traz flora e fauna em estampas corridas e localizadas. Folhagens e felinos convivem numa paleta que valoriza o verde e o rosa, cores icônicas de Selvvva. O mix tem camisas em viscose, camisetas em algodão com silks da colabe, shorts estampados e uma canga.

– Ficamos muito lisonjeadas e amamos o resultado. É uma honra sermos a referência visual para uma coleção. Dá a sensação de que estamos fazendo a coisa certa – diz Denise. – Alguém trazendo um outro olhar sobre o que estamos fazendo é muito rico – completa Julia.