Futuro do varejo

Digital pode ser humano

CEO da Dengo Chocolates diz que empresa evoluiu o UX do site durante pandemia, humanizando a experiência de compra

Por 2min
21 de outubro de 2020 Atualizado em 28/10/2020 às 08:03

A Dengo Chocolates combina sabor com saúde. 100% nacional, seus chocolates são livres de gordura hidrogenada, aromatizantes ou químicos desnecessários. A Dengo nasceu como um negócio de impacto social que promove uma rede de pequenos e médios produtores de cacau de qualidade no Sul da Bahia, gerando renda aos produtores e preservando a floresta debaixo da qual plantam o cacau. Cofundador e CEO da Dengo Chocolates, Estevan Sartoreli tem mais de 12 anos de experiência em empresas de bens de consumo, como Faber-Castell, Siemens e Natura Cosméticos. Formado em Engenharia de Produção, Estevan é apaixonado por cacau, café, chocolates, negócios de impacto e gente. Ele é um dos palestrantes confirmados no festival O que o futuro (do varejo) nos Reserva?, que acontece de 26 a 30 de outubro (as inscrições estão abertas). Ele bateu um breve papo com 2min para falar sobre o que vem por aí.

Depois de tantas inovações digitais experimentadas ao longo da pandemia, o que não vai mudar mesmo com a flexibilização da quarentena? 

A conveniência do cliente na multicanalidade. Ele comprará nos diferentes canais da marca dependendo da ocasião e motivo de compra.

Como transportar para a internet a experiência de marca, num caso tão específico como é o setor de alimentos? 

Uma experiência de loja aconchegante, atenciosa e saborosa não é facilmente transportável para a internet. Adicionamos a isto, o desafio logístico de nossos produtos que, por terem maior qualidade e não levarem gordura hidrogenada, derretem mais facilmente em transporte. Como buscamos isto? Lançamento no ínicio da quarentena da primeira loja ao vivo, visando a humanização da experiência de compra no ambiente digital. Evoluimos o UX de nossa home e implementamos novos parceiros logisticos.

O que o futuro nos Reserva?

Um varejo com causas e um consumidor mais consciente.

Qual sua expectativa para o festival? 

Troca e aprendizagem.