Listas

10 curiosidades sobre a terra da garoa

No aniversário de 466 anos de São Paulo, listamos alguns fatos tão superlativos quanto a própria cidade

Por 2min
12 de fevereiro de 2020 Atualizado em 13/02/2020 às 15:22

No aniversário de 466 anos de São Paulo, listamos alguns fatos tão superlativos quanto a própria cidade

1 – O brasão da cidade de São Paulo traz a inscrição em latim “Non ducor duco”, que significa “Não sou conduzido, conduzo”. De fato, a cidade viria a se tornar a locomotiva econômica brasileira. O PIB da cidade (dados de 2017) é de R$ 699,3 bilhões. Se fosse um país, seria a 56ª economia do mundo, à frente de 137 países.

2 – Nos anos 60, São Paulo foi chamada de “túmulo do samba” por Vinicius de Moraes, mas o Poetinha se surpreenderia com a atual pujança de seu carnaval. Em 2020, estão cadastrados 865 blocos (que farão 960 desfiles) em todas as regiões da cidade. É mais que o dobro de blocos oficiais do Rio (400).

3 – De acordo com dados do São Paulo Convention & Visitors Bureau, os paulistanos consomem em média 700 pizzas por minuto – ou mais de 1 milhão por dia –, o que deixa a cidade atrás apenas de Nova York neste ranking.

4 – 25 de janeiro é a data de aniversário da cidade, mas o dia 25 de junho (Dia do Imigrante) deveria ser igualmente comemorado. Segundo os últimos dados oficiais (2015), vivem na capital 373.955 estrangeiros. Historicamente, portugueses, espanhóis, japoneses e italianos representaram grande parte do fluxo migratório. Atualmente, os que mais desembarcam são haitianos e bolivianos.

5 – Mas antes de ser dos imigrantes, São Paulo foi – e é – dos nativos. Não à toa, vários locais têm nomes tupis, como Anhangabaú, Ibirapuera e Pacaembu. Ainda hoje, inclusive, existem três aldeias dentro do território da cidade.

6 – São Paulo tem 10,18 milhões de habitantes, pelos dados do último censo. E mais de 2 milhões de cães. Curiosamente, tem também mais pet shops (5 mil) do que farmácias (4 mil). E uma padaria que tem como clientes cães e gatos. Bom, também há mais ratos: o Centro de Controle de Zoonoses estima em 160 milhões o número de roedores da metrópole.

7 – A capital paulista tem 9,1 milhões de carros, motos, ônibus ou caminhões. Ou o equivalente a 8,9 veículos para cada 10 habitantes. Em média, 650 novos veículos vão para as ruas a cada dia. Sem contar, claro, os 411 helicópteros (dado de 2013, portanto defasado) que fazem de São Paulo a cidade com mais aeronaves do tipo no mundo todo.

8 – São Paulo é a capital brasileira da gastronomia. São 12,5 mil opções de restaurantes, de 52 tipos diferentes de cozinha – mais de 500 são churrascarias, e 250, japoneses. A cidade também conta com 15 mil bares.

9 –  Há quem diga que, devido à mudança no clima, São Paulo não é mais a “terra da garoa”. Porém, um relatório da estação climatológica da USP, referente ao ano de 2017, mostra que naquele ano foram registrados 116 dias com ocorrência do fenômeno. A média histórica – os registros remontam a 1933 – é de 90 dias por ano. O ano com maior número de dias com garoa foi 2004, com 147 dias. Então, sim, São Paulo ainda é a terra da garoa.

10 – Você pode questionar a beleza, lembrar que não tem praia. Mas São Paulo foi a cidade brasileira que mais recebeu turistas estrangeiros em 2019, nada menos que 2,2 milhões de gringos.