Listas

15/17 – O lucro tem que ser financeiro e não-financeiro

Por 2min
18 de fevereiro de 2020 Atualizado em 06/04/2020 às 12:00

Décimo-quinto da lista de 17 conselhos para ser um gestor melhor:

15 – Para ser forte, o negócio tem que dar lucro financeiro e não financeiro, os dois.

Ativos de uma empresa são anualmente depreciados em seu balanço. Por isso sempre pensei que o lucro financeiro de uma empresa, por também ser considerado um ativo, também deveria ser depreciado ou valorizado com base em seu impacto sócio-ambiental. ⠀

Quando uma empresa gera impacto positivo, a sociedade ao seu redor será mais forte e, por consequência, o negócio será maior. Assim sendo, existe aí um lucro não financeiro que deveria valorizar o lucro financeiro. E o oposto também deveria ser válido, depreciando o lucro e valor daquelas empresas que destroem a sociedade.⠀

Se o conselho é bom o exemplo arrasta: possuímos diversos projetos sócio-ambientais no grupo, dentre os quais destaca-se o Reserva 1p5p, projeto social de combate ao desperdício de alimentos e à fome em nosso país. Desde maio de 2016, a cada peça de roupa vendida, complementamos 5 pratos de comida para quem tem fome no país. Até aqui já foram mais de 36 milhões de refeições complementadas. ⠀

Antes disso, raras foram as vezes que amigos(as) me enviavam mensagens para dizer que haviam comprado na Reserva. Hoje recebo inúmeras mensagens todos os dias: “Acabei de deixar 5 pratos na Reserva.”, “Contribui com 10 refeições.” ou “Hoje foram 15 pratos!”.⠀

Apesar de as coisas que lemos nos jornais muitas vezes nos fazerem acreditar que a maior parte de nós somos ruins, estou certo de que a maior parte de nós somos bons e se a iniciativa privada fizer a sua parte também construirá a reboque um maior e melhor negócio. ⠀

Aproximadamente 8 milhões de brasileiros(as) não vão comer nada hoje. Através do 1p5p mais de 9.500 pessoas fazem 3 refeições diárias todos os dias. Ainda muito longe de resolver o problema, mas conscientes de que estamos fazendo a nossa parte.⠀

Se todas as empresas fossem empresas de impacto também venderiam mais por isso e assim teriam um melhor negócio.