Listas

4 (+1) razões para fazer colaborações criativas

Rony: "Uma das formas de aquisição de novos seguidores e de vendas mais baratas e poderosas"

Por Rony Meisler
10 de março de 2020 Atualizado em 18/03/2020 às 11:55

Eu estava dando scroll no meu timeline e vi uma notícia muito interessante: a Oreo, aquela marca de biscoitos – dos infernos, que nos enlouquece de tão gostoso –, fez uma colaboração criativa com a marca de streetwear Supreme. Nossa, um biscoito com uma marca de streetwear?! Qual o resultado disso? Um biscoito da Oreo vermelho, como a Supreme.

Vou explicar por que considero a colaboração criativa talvez um dos argumentos de Marketing, de aquisição de novos seguidores e de vendas mais baratos e poderosos da atualidade.

A Oreo lançou essa ação com a Supreme semana retrasada e em segundos já tinha dado sold out. Acabou muito rápido. Se você entrar hoje no e-bay, vai encontrar resellers vendendo biscoitinho por mais de US$ 2 mil. Que loucura!

Considero quatro os principais motivos para as colaborações criativas:

1 – Ganho de conhecimento técnico

Quando a Oreo colabora com a Supreme, ela aprende do mercado de streetwear, de moda, de comportamento, e de posicionamento dentro deste mercado. E quando a Supreme colabora com a Oreo, ela aprende sobre mercado de consumo mais mainstream. Olha quanto conhecimento vai de um lado pro outro.

2 – Ganho de reconhecimento de marca

Ora, quando a Supreme posta no Instagram dela sobre a parceria que fez com a Oreo, a Oreo ganha um monte de seguidores que eram da Supreme, e vice-versa. E assim aumenta o awareness das duas marcas, e elas trocam consumidores.

3 – Troca de prestígio social

Não é só uma postar sobre a outra, é uma colaborar com a outra. Há um argumento implícito, quando você lança um produto: a Supreme confia na Oreo, uma marca atesta a qualidade da outra, e vice-versa. E isso gera uma troca de prestígio social absurda pros dois públicos-alvo.

4 – PR e boca a boca

Neste mundo com tantos lançamentos e informação, quando você lança uma parceria assim, é uma novidade. E obviamente os meios de comunicação vão ter interesse em falar sobre essa novidade. Com os meios de comunicação falando, isso vai gerar um boca a boca nas mídias sociais. Da mesma forma que isso apareceu no meu timeline porque um amigo meu postou que aquilo era superinteressante. Então quando você colabora criativamente com alguém ou com uma marca, isso gera PR e por consequência, boca a boca.

Motivo bônus: escassez

Como eu disse, em segundos deu sold out na colaboração entre Oreo e Supreme. Obviamente colocaram muito pouco estoque, e por isso os resellers estão vendendo. Assim, nem a Oreo nem a Supreme ganharam dinheiro o suficiente pra mudar a vida deles, mas existe um argumento implícito de escassez – tudo o que é mais difícil a gente valoriza mais, tem mais vontade de consumir –, então esse valor as duas marcas ganham.

Então isso certamente é um dos argumentos de uma das metodologias mais bem sucedidas para aquisição de clientes e vendas ao menor custo possível. Todos nós podemos colaborar. Obviamente que cada um com seu tamanho, dadas as devidas proporções.

Agora faça uma lista com marcas – ou pessoas – com quem você pode colaborar. E essa colaboração pode ser, por exemplo, uma live com outra pessoa. Isso cria valor, troca público, todo mundo pode fazer. Fica a dica.

A Reserva tem uma célula criativa chamada Reserva+, criada há quase um ano. Ela lança colaborações criativas da Reserva com marcas que a gente considera foda. E a gente gosta de lançar coisas que são completamente fora do quadrado, algo que as pessoas nunca esperam. Então lançamos colaborações com a Amazon, quando a Amazon lançou no Brasil seu marketplace para moda; ketchup e roupa não combinam muito, certo? Então a gente lançou uma colaboração com a Heinz, de ketchup; e também lançamos uma colaboração em que a gente vestiu todo o estafe da XP Investimentos para ir fazer o lançamento de suas ações na Nasdaq.

Esta semana lançamos uma coleção com a Selvvva, uma marca de plantas e arranjos, os mais incríveis do país. Já está quase dando sold out, então corram! E sigam a Reserva+ no Instagram, pra ficar por dentro das próximas.

(Clica aqui pra conhecer a Adriana Omena, que lidera o núcleo da Reserva+)