Listas

6 dicas para ser criativo

A criatividade pode e deve ser sempre desenvolvida e aperfeiçoada. Veja o que você pode fazer para chegar lá

Por 2min
17 de novembro de 2020 Atualizado em 18/11/2020 às 11:19

A criatividade pode ser exercitada? Sim. Mais que isso: deve ser sempre desenvolvida e aperfeiçoada. Neste Dia da Criatividade (17 de novembro), listamos algumas dicas para quem quer ser mais criativo:

1 – Saia da sua zona de conforto. Segundo Tim Harford (autor de “Caos criativo”), diante de situações não previstas, soluções surgem com mais eficácia. Por incrível que pareça, portanto, o caos é amigo da criatividade. Como exercício, experimente trabalhar com poucos recursos. Isso provavelmente te levará a resultados criativos.

2 – Pode parecer paradoxal, mas copiar é uma boa estratégia criativa. “Comece copiando o que você ama. Copie, copie, copie, copie. Ao final da cópia, você encontrará a si mesmo”, sugere o estilista japonês Yohji Yamamoto, considerado um dos mais criativos do mundo. Como lembra Austin Kleon, autor de “Roube como um artista”, “aprendemos a escrever copiando o alfabeto. Músicos aprendem a tocar treinando escalas. Pintores aprendem a pintar reproduzindo obras-primas. Lembre-se: até os Beatles começaram como uma banda cover”. Porém, ele faz uma ressalva fundamental: “a mera imitação de seus heróis não é homenagem. Transformar o trabalho deles em algo seu, sim, é homenageá-los. Dando algo ao mundo que só você poderia conceber”.

3 – Sabe aquele gênio criativo estilo boêmio-que-vira-noites-na-zoeira? Pois é, morreu aos 27 anos. Cuidar da saúde, alimentando-se bem e praticando exercícios, também é cuidar da sua mente criativa. Em bom latim: mens sana in corpore sano.

4 – Sempre que possível, carregue consigo um bloco de notas e uma caneta. O fazer manual é amigo do criativo. Desenhe e anote coisas antes de levar as ideias ao computador.

5 – “Há muito tempo percebi que as pessoas bem sucedidas raramente ficavam sentadas esperando algo acontecer. Elas saíam e faziam as coisas acontecerem“. A frase não é de nenhum magnata dos negócios, mas de Leonardo da Vinci, provavelmente o ser mais criativo que já habitou o planeta Terra. Portanto, lembre-se: sem trabalho, mesmo as ideias mais criativas estão fadadas ao fracasso. E o fracasso, a propósito, não é o fim de nada, e sim a possibilidade de recomeçar.

6 –  Já ouviu falar em “ócio criativo”, termo criado pelo sociólogo italiano Domenico de Masi? Ao contrário do que parece, não é sinônimo de “não fazer nada” ou de “preguiça”. Significa saber equilibrar trabalho, estudo e lazer. Essa equação resulta em criatividade, experimente.

Curtiu? Veja também:

Como ser mais criativo