Ser

Igor pelo mundo

Responsável pelo time de criação da Reserva, Igor Barros já viu peças da marca em lugares que não imaginava

Por 2min
13 de março de 2020

Certa vez, de férias em Alter do Chão, no Pará, Igor Barros viu um barqueiro vestindo uma bermuda da Reserva. Estava desgastada, surrada até. Mas causou impacto no estilista: foi o lugar mais inacessível onde viu chegar uma criação sua. Igor é o responsável pelo time criativo da marca.

– Me arrependo de não ter preguntado como aquela peça tinha ido parar lá – conta. De outra feita, viu uma camisa estampada criada por ele a bordo de um avião que ia de Tóquio a Doha. Novamente, foi tomado por um sentimento de ver seu trabalho sendo levado longe. Literalmente, criado no Brasil, feito para o mundo.

O próprio Igor também rodou bastante. Natural de Maringá, no Paraná, Igor mudou-se para São Paulo ao ingressar na faculdade. Seu trabalho de graduação, sobre a fragilidade masculina, era uma pesquisa de alfaiataria e um exercício de proporções. O resultado encheu os olhos de Reinaldo Lourenço, que o convidou para trabalhar em seu ateliê.

A roupa precisa ter simplicidade e qualidade, esses são os critérios que uso para qualquer roupa para mim. E a Reserva oferece isso

– Foi onde conheci muitos fornecedores, entendi como se monta uma coleção. Descobri que para fazer uma boa roupa é necessário conhecer uma boa roupa, se não vira alegoria, fantasia. Foi uma escola importante pra mim. Fiquei quase um ano que valeu por muitos, foi muito intenso, não tinha hora pra começar nem pra acabar – lembra.

Depois, passou por Ellus, V.Room, Cavalera e Triton, antes de finalmente desembarcar no Rio, onde chegou a convite da Reserva, lá se vão cinco anos.

– Eu gosto muito da praia, e sempre gostei muito do Rio. Mas os lugares em que trabalhei anteriormente sempre foram muito urbanos, então talvez essa influência não aparecesse – diz Igor, que vê uma clara diferença entre as roupas criadas para paulistas e cariocas. Em qualquer caso, porém, uma regra é claríssima: “a roupa precisa ter simplicidade e qualidade, esses são os critérios que uso para qualquer roupa para mim. E a Reserva oferece isso em seus produtos”.

Ultimamente, além da maresia – definitivamente uma inspiração –, Igor tem olhado muito para a nova geração, da série Years and years ao rapper Novíssimo Edgar. Mas ele também está sempre em busca de um lugar calmo, tipo… Alter do Chão:

– Gosto do dia, de silêncio, lugares calmos, com o menor barulho possível, para me conectar um pouco com meus barulhos internos e que me interessam. Com os amigos, sempre estou com eles, e isso também é inspirador.