Viajar

Pra ficar chique no perrengue

Perrengue Chique lança loja na Reserva INK com estampas que retratam o bom humor de seu perfil no Instagram

Por 2min
29 de janeiro de 2021

Quantas vezes você partiu em viagem de férias e, antes mesmo de chegar ao destino, as coisas começaram a dar errado? Mesmo assim, você certamente fez aquela foto do por do sol e mostrou pros amigos que sua viagem foi um sucesso, né? Sim, acontece com todo mundo. E foi assim que nasceu o Perrengue Chique. Tanta gente se identifica com as situações que o perfil do Instagram hoje conta com quase 2,5 milhões de seguidores, apenas dois anos depois de sua criação. Força, guerreiros!

Então, mesmo se a mala extraviou, o voo foi cancelado ou a fila é maior do que você imaginava (porque ninguém postou foto da fila, pra te mostrar a vida real), pelo menos uma boa notícia: o Perrengue Chique acaba de abrir sua própria loja na Reserva INK, com estampas que retratam o bom humor do canal. Claro que a bóia de flamingo que virou símbolo do Perrengue é uma das estrelas das camisetas.

– Sempre tivemos metas, desde o início. E a gente pensava: “imagina quando a gente puder fazer um lançamento com a Reserva?”. Pronto, chegou a hora – diz um dos quatro sócios do perfil, que em seu Whatsapp utiliza uma foto na neve (e, sim, ele já passou altos perrengues no frio).

Os quatro rapazes preferem manter o anonimato – acham que isso faz parte da magia. Mas nem de longe o canal nasceu com a pretensão de ser o ganha-pão deles. Um é advogado, um segundo trabalha numa consultoria financeira, e outros dois, no mercado financeiro.

– Em 31 de dezembro de 2019 estávamos todos juntos numa viagem que ganhamos graças ao Perrengue. Foi nessa ocasião que chegamos a 1 milhão de seguidores – lembra um dos sócios. – De lá pra cá, o negócio só cresce, exponencialmente. Se tornou o que se tornou porque, do nosso lado, sempre tivemos um carinho muito especial para criar um conteúdo de qualidade, bem feito. Por outro lado, cativamos os seguidores, repostando conteúdo deles, que são nossos parceiros. Eles é que nos alimentam. Só somos o que somos por causa deles – diz.

Mesmo durante a pandemia, quando as viagens deixaram de acontecer, o perfil continuou crescendo de forma bizarra, para espanto dos próprios perrenguistas.

– Achamos que ia ferrar. Nosso core business é viagem, mas muito pelo contráiro, surgiram outros assuntos. Do pessoal cozinhando, treinando em casa. Isso acabou contribuindo pra página crescer ainda mais – diz. – Desde o começo a gente falava que a reinvenção diária era fundamental. E acabamos fechando muitas parcerias comerciais nos últimos meses – diverte-se. A propósito: a loja na Reserva INK vale a viagem.